Ryodoraku e meridianos (diferença e semelhança)

Bem-vindo ao nosso site no Brasil

no images were found

 Nomenclatura de Ryodoraku

1) Meridianos das mãos

Os meridianos Yin das mãos são denominados de  H1H2H3 enquanto que os meridianos Yang das mãos, de H4H5H6.

Os meridianos de MTC (Medicina Tradicional Chinesa) englobam não só a fisiopatologia, mas também a lógica, a filosofia religiosa e a concepção da natureza.  Ryodoraku expressa a parte fisiopatológica dos meridianos do ponto de vista eletrofisiológico do Sistema  Nervoso  Autônomo.  Daí, se diz que a Ryodoraku esclareceu e comprovou cientificamente a existência de meridianos .

Os meridiano de MTC(Medicina Tradicional Chinesa) contemplam não só a fisiopatologia, mas também a lógica, a filosofia religiosa e a concepção da natureza. A terapia Ryodoraku  expressa a parte fisiopatológica dos meridianos do ponto de vista de eletrofisiologia e da ciência do Nervo Autônomo, esclarecendo dessa forma cientificamente os meridianos da MTC.

2) Meridianos dos pés

F1F2F3 correspondem aos canais Yin dos pés e F4F5F6, aos canais Yang dos pés.

Ryodoraku pressupõe que o meridiano do pericárdio corresponda aos vasos sanguíneos (função circulatória sanguínea), o meridiano de triplo aquecedor ao sistema linfático, o meridiano de Baço , ao sistema digestivo, o meridiano dos Rins, ao sistema urinário e ao sistema endócrino com enfoque em glândula Supra-renal. Dr. Nakatani denominou Ryodoraku de Bexiga de Ryodoraku de defesa porque do ponto de vista de dinâmica fisiológica, toda a carga de gravidade recai encima da coluna vertebral onde passa este meridiano.

Correlação entre Ryodoraku e meridianos

A nomenclatura de ‘Zofu’ ou ‘ZangFu’ (órgãos e vísceras em japonês e em chinês, respectivamente) em Ryodoraku não corresponde a ‘Zofu’ do ponto de vista anatomofisiológico da atualidade. Por exemplo, o Ryodoraku do Fígado manifesta padrões peculiares do sistema nervoso autônomo que engloba não somente alterações do fígado mas também dos olhos, músculos, órgãos genitais, etc. Portanto, não podemos determinar de uma forma simplista que a anomalia em Ryodoraku de fígado significa a anomalia do fígado-pois sintomas como a dor muscular, a vista cansada, o distúrbio do sono também podem aparecer como anomalias de Ryodoraku de fígado.

Na anatomia da medicina ocidental não há órgãos como pericárdio ou triplo aquecedor. Em Ryodoraku, interpretamos ‘Pericárdio’ como vasos sanguíneos e a função do sistema circulatório, o ‘Tripulo Aqucedor’, como vasos linfáticos e a função do sistema linfático.

No caso do ‘Baço’, interpretamos como o sistema digestivo com enfoque em pâncreas. No caso dos ‘Rins’, enfocamos mais sobre a função endócrina com ênfase na glândula supra-renal do que a função urinária dos Rins.

H系良導絡Ryodoraku das mãos 経絡名Meridiano F系良導絡Ryodoraku dos pés 経絡名Meridiano
H1 Ryodoraku 肺経     P F1 Ryodoraku 脾経    BP
H2 Ryodoraku 心包経    CS F2 Ryodoraku 肝経     F
H3 Ryodoraku 心経       C F3 Ryodoraku 腎経     R
H4 Ryodoraku 小腸経    ID F4 Ryodoraku 膀胱経   B
H5 Ryodoraku 三焦経    TA F5 Ryodoraku 胆径    VB
H6 Ryodoraku 大腸経    IG F6 Ryodoraku 胃経      E

Ryodoraku VM(Linha Medial Anterior)= VC(Vaso da Concepção)

Partes relacionadas do corpo deste Ryodoraku são região púbica, abdômen inferior,  abdômen superior,  traqueia, pulmões,  garganta,  boca,  nariz.

Principais sintomas são doenças ginecológicas/geniturinárias, diarréia, constipação, hemorróidas, gastralgia, doenças de nariz/região faringolaríngea/ traquéia /pulmões, odontalgia, neurose, dermatite, etc.

Ryodoraku HM(Linha Medial Posterior)=VG (Vaso Governador)

Partes relacionadas do corpo são coluna vertebral, ombro/costas/região lombar, região cervical, cérebro, olhos, nariz, boca.

Principais sintomas são dores/edemas na região cervical/ombro/costas/região lombar, na coluna vertebral e nas articulações. Doenças do sistema nervoso central tais como logopatia provocada pelo AVC ou epilepsia, doenças de olho/nariz, odontalgia, cefaléia, neurose, etc.

Além desses pontos Ryodo de Ryodoraku, estima-se que haja diversos pontos Ryodo ainda não descobertos e desconhecidos.

Semelhanças de Ryodoraku com meridianos

Conforme explicamos há pouco, os canais de Ryodoraku se assemelham aos meridianos.São semelhantes mas não são iguais.

Por exemplo, em Ryodoraku, VB21 (Kensei) pertence ao meridiano de VB. Porém, esse acuponto tanto pertence ao F5( Ryodoraku correspondente ao meridiano de VB) quanto ao H5(Ryodoraku correpondente ao meridiano de TA.  Em Ryodoraku, há 34 pontos de conexão como esse. A propósito, Dr. Nakatani numerou os acupontos dos meridianos, para facilitar a leitura para estrangeiros em 1982.

Posted in Artigos. Tags: . Comentários desativados em Ryodoraku e meridianos (diferença e semelhança)

Pele, células, reflexos autônomos e Ryodoraku

1)Pele é sensor e front de sensação

A pele exerce as funções de proteção, excreção, regulação de temperatura, e acumulação de nutrientes na forma de gordura subcutânea, etc. O adiposo subcutâneo deposita os nutrientes. A pele é o espelho dos órgãos internos.  Na medicina oriental, as informações emitidas pela pele são importantíssimas.

Composição de epiderme: camada basal, camada espinhosa, camada luminosa,e camada córnea.

A epiderme é composta de 4 camadas. A camada mais superficial é denominada de camada (estrato) córnea.Essa camada córnea contem os queratinócitos que fazem o papel de receptores onde processam informações e por isso denominada de terceiro cérebro depois do segundo que são os intestinos). A camada córnea tem a maior área de contato com o pólo elétrico e que parece ter a intima ligação com o fenômeno Ryodoraku.(Canais eletropermeáveis).

Por outro lado, como a transpiração ou a ação pilomotora não provocam as reações tipicamente de Ryodoraku,.podemos presumir que o fenômeno Ryodoraku e/ou pontos Ryodo reativos resultam da resistência elétrica da camada córnea.

Representação da pele humana

2)Células e membranas celulares

Teoria de Bernstein(1902-1912)refere-se a Bomba de íons de Sódio e Potássio.

Nas células normais, o exterior da membrana fica positivo e o interior negativo. Ou seja, há polarização. Teoria de Bernstein diz respeito a permeabilidade seletiva de íon.

Quando a célula ficar excitada, provoca a despolarização e acaba com a permeabilidade seletiva de íon de membrana, fazendo com que os íons normalmente barrados ultrapassem a membrana. Considera-se que o nervo símpatico tem a relacao íntima com esse fenômeno de despolarização.

Polarização

Polarização

Despolarização

Despolarização

Por exemplo, se colocarmos eletrodos em vários pontos da pele humana e estimularmos alguns pontos, haverá alteração de resistência dérmica do corpo todo. Como esta alteração ocorre instantaneamente, supomos  que ela deva acontecer via nervos.

Estímulos cutâneos sao  aferentes via nervos sensitivos. Portanto não deve afetar diretamente a resistência dérmica.

Os nervos motores, como são distribuídos nos músculos, não devem ter relacão com a eletropermeabilidade cutânea.

Supomos, portanto, que esta alteracão deva ser atribuída a reacão de nervos autônomos.

Nas células normais, ocorre a polarização com o exterior da membrana positivo e o interior negativo. Teoria de Bernstein diz respeito a permeabilidade seletiva de íon.

Quando a célula ficar excitada, provoca a despolarização e acaba com a permeabilidade seletiva de íon de membrana, fazendo com que os íons normalmente barrados ultrapassem a membrana. Considera-se que o nervo simpático tem a relação íntima com esse fenômeno de despolarização.

3)Terapia Ryodoraku e o reflexo autônomo

Tipos de reflexos autônomos intimamente relacionados com a Terapia Ryodoraku de Regulação de Nervos Autônomos são seguintes:

  • Reflexo sómato-visceral

Nervos somáticos são vias aferentes e os nervos autônomos são vias eferentes.

  • Reflexo víscero-somático

Vias aferentes são nervos viscerais e as eferentes são os nervos somáticos .

  • Reflexo víscero cutâneo

Vias aferentes são nervos viscerais e as eferentes são nervos simpáticos.

Há inputs aferentes como o input de sensações somáticas e o input de sensações viscerais.

4)Relação entre a resistência dérmica e os nervos simpáticos

Para se pensar em resistência dérmica, é preciso considerar sobre as glândulas sudoríparas, os folículos pilosos e camadas córneas.

a.Glândulas sudoríparas:

A eletropermeabilidade de glândulas sudoríparas aumenta com a excitação do nervo simpático que aumenta a transpiração. Porém, usando o eletrodo úmido, a influência de transpiração sobre a eletropermeabilidade da pele diminui ao mínimo. (Observem o fenômeno em que detectam-se os pontos Ryodo reativos mesmo nos animais e nos labios que não tem glândulas sudoríparas)

b.Folículos pilosos:

A contração do músculo eretor do pêlo manifesta com a excitação do nervo  simpático, e faz com que se abram os folículos pilosos, aumentando a eletrocondutividade da pele.  Porém, a comparação da resistência dérmica do local onde há piloereção com a do lado simétrico revelou pouca diferença. Isto indica que o folículo piloso não influencia muito sobre a resistência dérmica. (não se observa o fenômeno de piloereção ao longo de meridianos ou Ryodoraku)

c. Camadas córneas:

Pode-se considerar que a camada córnea tem a íntima relação com o fenômeno Ryodoraku, pois ela tem a maior área de contato com o eletrodo.  Por outro lado, como a transpiração  ou eriçamento de pelo não provocam as reações com desenhos tipicamente de Ryodoraku,  podemos presumir que o que provocam o fenômeno Ryodoraku ou pontos reativos deve ser a resistência elétrica de camadas córneas e nao os primeiro dois citados(glândulas sudoríparas e folículos pilosos).